Clique para voltar à página anterior!
Clique para acessar
Clique para acessar
Clique para acessar
Clique para acessar
Clique para acessar
Histórico de Implantação e Desenvolvimento da Instituição

       De janeiro de 1992 a janeiro de 2007 a história da Faculdade de São Lourenço foi escrita tendo como autora a Faculdade Santa Marta. Através da Portaria nº 75 de 24 de janeiro de 2007, publicada no D.O.U de 25 de janeiro de 2007, o MEC/SEsu tornou oficial a transformação da Faculdade Santa Marta em Faculdade de São Lourenço, denominação atual da Instituição.


       As efetivas atividades de ensino da Faculdade de São Lourenço se iniciaram em 1992 com a implantação do curso de Administração, o primeiro curso superior a ser ministrado na cidade de São Lourenço, atendendo dessa maneira um grande anseio da comunidade local. Este fato ocorreu através da publicação do Decreto s/n de 28 de janeiro de 1992, publicado no Diário Oficial da União em 29 de janeiro de 1992. No segundo semestre de 1992 foi, então, realizado o primeiro vestibular para ingressantes no Curso de Administração da Faculdade de São Lourenço.
      

       O segundo passo foi dado em 1994 com a autorização para funcionamento do curso de Pedagogia, o que se deu através do Decreto s/n, de 14 de dezembro de 1993 e publicado no Diário Oficial da União em 15 de dezembro de 1993, consolidando, com este ato, a implantação da Faculdade de São Lourenço como instituição de educação superior no sul das Minas Gerais.
       

      Neste mesmo ano de 1994 a mantenedora entrega um moderno prédio destinado ao funcionamento da Faculdade de São Lourenço. Este prédio, com 3.690 m² de área construída, foi erguido em uma área nobre da cidade e com instalações capazes de atender de modo confortável e funcional todos os usuários do prédio, inclusive deficientes físicos, já que conta com acessos especiais e sanitários exclusivos.

      Os cinco anos seguintes foram de estruturação e consolidação dos dois cursos autorizados. Os reconhecimento dos cursos ocorreram no ano de 1996 sendo o de Administração reconhecido pelo Portaria MEC 1009, de 02 de outubro de 1996 devidamente publicada no Diário Oficial da União em 04 de outubro de 1996 e o de Pedagogia reconhecido pela Portaria MEC 1119, de 01 de novembro de 1996 e publicada no Diário Oficial da União em 04 de novembro de 1996.

      Em 1999 um antigo sonho da comunidade regional se concretizou com a implantação do curso de Direito da Faculdade de São Lourenço. O mérito da iniciativa foi ratificado pela Comissão de Ensino Jurídico do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil que emitiu juízo favorável à autorização do curso - fato extremamente raro de acontecer, através do Parecer 583/98, publicado no Diário Oficial da Justiça em 01 de dezembro de 1998. Após a decisão da OAB o processo voltou para o Ministério da Educação e através da Portaria MEC nº 932 de 22 de junho de 1999, publicada no Diário Oficial de União de 24 de junho de 1999 o curso de Direito teve sua autorização de funcionamento concedida.
No ano de 2000 foi a vez da Faculdade de São Lourenço oferecer para a micro região onde está inserida um curso voltado para a realidade econômica desta com a oferta do curso de Turismo e Hotelaria. Nada mais lógico do que dar para esta região a formação necessária para a melhoria e qualificação da mão-de-obra do setor econômico que sempre a caracterizou: o turismo e a hospedagem. Assim, através da Portaria MEC 700 de 26 de maio de 2000, publicada no Diário Oficial da União em 30 de maio de 2000 foi autorizado o funcionamento do curso de Turismo e Hotelaria, um dos poucos no Brasil e oferecer dois bacharelados em um único curso.
      

      Em 2001, a primeira etapa de ofertas de cursos superiores, dentro do projeto de expansão da Faculdade de São Lourenço, é coroada com a autorização para funcionamento do curso de Sistemas de Informação, que se deu através da Portaria MEC 290, de 15 de fevereiro de 2001, publicada no Diário Oficial da União de 19 de fevereiro de 2001. A implantação efetiva do curso ocorreu somente no ano de 2002, pois foram necessárias adequações nas instalações físicas para o inicio do funcionamento do curso.

      O crescimento da Faculdade de São Lourenço, na oferta de seus cursos superiores, gerou a necessidade de ampliação do espaço físico obrigando a Sociedade Educacional Santa Marta iniciar no ano de 2001 a construção de mais um prédio. Este novo prédio foi totalmente concluído no final do ano de 2002 e conta com 3.296 m² de área construída.

      Em 2002, o Curso de Administração teve seu reconhecimento renovado através da Portaria MEC nº 1835, de 20 de junho de 2002, publicada no D.O.U. de 21 de junho de 2002.

      No dia 30 de julho de 2005, o Curso de Administração, teve novamente o reconhecimento renovado através da Portaria MEC nº 2.324, o Curso de Turismo e Hotelaria reconhecido através da Portaria MEC  nº 2.325 e o Curso de Sistemas de Informação reconhecido através da Portaria MEC nº 2.326, sendo as portaria publicadas no D.O.U. em 04 de julho de 2005.

      O Curso de Direito dentro das suas peculiaridade além de ser avaliado pelo MEC, passou também pela avaliação da Ordem dos Advogados do Brasil, que em 29 de agosto de 2005 emitiu parecer favorável ao reconhecimento. E, em 13 de julho de 2006 o Curso de Direito, finalmente obteve o seu reconhecimento através da Portaria MEC 367, publicada no D.O.U. em 17 de julho de 2006. 
 E, para a consolidação de todos os cursos oferecidos pela Faculdade de São Lourenço faltava à renovação do reconhecimento do Curso de Pedagogia, o que veio acontecer no dia 18 de dezembro de 2007, através da Portaria MEC 1.042, publicada no D.O.U. em 19 de dezembro de 2007.

      Em 2008, novamente surge à necessidade de ampliação de salas de aulas devido ao crescimento continuo da Faculdade de São Lourenço e mais dez salas de aulas são construídas para atender esta demanda.
      Hoje, além dos cursos de graduação a Faculdade de São Lourenço atua também no seguimento de pós-graduação lato-sensu.

       A Faculdade de São Lourenço assume posição construtiva em uma sociedade democrática, servindo de instrumento propulsor de transformação social. Nesse sentido, tem como finalidade responder aos anseios e às necessidades da comunidade onde se situa. Tem o compromisso de colocar o produto de suas atividades de ensino, aliadas à pesquisa e à extensão ao alcance e serviço da comunidade, para dela merecer o respeito e reconhecimento. Busca, ainda, garantir a qualidade desse produto, além de proporcionar uma ampla participação dos alunos nos diversos aspectos da vida universitária.

 

Baixe o Adobe© Acrobat Reader© caso não consiga visualizar arquivos PDF Baixe o Adobe® Flash® Player caso não consiga visualizar a página corretamente